“A minha Casa perto de ti, um abrigo teu se precisares”

AOS NOSSOS EMIGRANTES

Uma palavra, um apelo!

“A minha Casa perto de ti, um abrigo teu se precisares”

A primeira palavra é de saudade e esperança. Esperemos que se encontrem bem, seguros, e que o nosso reencontro seja tão breve quanto possível.

Dirigimo-nos a vós que nesta altura estais longe da vossa terra e da vossa casa, porque temos consciência que o próximo mês será muito difícil. Este vírus tentará chegar a todos, e por isso, é importante garantir que esse “chegar” é faseado e permitirá o tratamento adequado aos que mais precisarem.

Caso algum de nós tenha a infelicidade de o contrair, iremos ter necessidade de o isolar dos familiares e amigos, aliás, será naturalmente obrigado a esse isolamento.

Ora, todos sabemos que existem muitos penaguienses cujas casas não permitem fazer um isolamento profilático, por não cumprirem as regras recomendadas pela saúde pública, nomeadamente, e se possível, uma casa de banho e espaço único, de uso exclusivo, para a pessoa infetada.

Tendo presente esta verdade, e sabendo nós que existem muitas casas que durante estes meses estão fechadas, vimos fazer o seguinte pedido:

Cara(o) penaguiense, se nesta altura está fora do país, e naturalmente impedida(o) de regressar neste período de Pandemia, e se tem, na nossa terra, a sua casa desocupada:

PEÇO-LHE que pense na possibilidade de a emprestar ou confiar aos seus familiares ou amigos mais próximos.

No caso de algum deles contrair este vírus e ter de fazer o isolamento profilático, a sua ajuda irá contribuir de forma incontornável para vencer.

Agradeço, desde já a sua atenção.

Cuide-se!

Se aderir a esta campanha Santa Marta de Penaguião e os penaguienses jamais o esquecerão.

Envie a sua decisão por e-mail para gab.comunicacao@cm-smpenaguiao.pt ou ligue para o 254 810 138.

O Presidente da Câmara

Luís Reguengo Machado