Medidas sociais para a Educação

A COVID-19 trouxe grandes alterações ao modelo educativo do nosso país.

As crianças e jovens estão agora confinados a suas casas, sem o espaço físico e emotivo que delineia a escola tal qual todos a conhecemos.

Tendo sido confrontados com uma alteração rápida e abrupta, pais, professores e alunos, estão numa luta pela sobrevivência a este ano, que no fundo todos esperam que não se prolongue ou repita. Até lá são imensas as dúvidas e as questões, desde equipamentos a internet, passando por plataformas e metodologias, famílias presentes ou ausentes, os desafios não têm limites. É preciso ajudar, e suavizar o impacto negativo da situação, encarando-a como oportunidade para fazer diferente e se possível melhor.

Neste sentido, Município, Juntas de Freguesia, Agrupamento e Associação de Pais, têm estado juntos nas decisões e desígnios de onde, e como, se pode e deve intervir.

MEDIDAS SOCIAS PARA A EDUCAÇÃO

1. Aos nossos alunos estamos a servir refeições (almoço), colmatando assim alguma carência económica e/ou ausência dos encarregados de educação em casa por questões de trabalho. Contamos já 792 refeições servidas à data.