?>

Trilho da Senhora da Serra, Soutelo – Fontes

Trilho da Senhora da Serra, Soutelo – Fontes

O trilho da Sr. da Serra trata-se de um percurso pedestre de pequena rota (PR) marcado e sinalizado de acordo com as directrizes europeias e nacionais. Este “trilho” é o quinto percurso pedestre integrado na Rede Municipal de Santa Marta de Penaguião, promovida pelo Municipio. O percurso percorre a parte mais alta da extrensa freguesia de Fontes, localizada em plena Serra do Marão e sendo a maior freguesia de Fontes, desde a capela de S. Pedro até ao povoado de Crestelo, construiu um provoamento castrejo, tendo sido profundamente romanizado.
Em tempos já longinquos, no ancestral concelho de Penaguião, esta freguesia constituia uma vigararia a apresentação do castrejo, tendo mais tarde, passado a reitoria independente.
A prova documentalmais valiosa da antiguidade desta freguesia é a a ara greco-romana com a inscrição latina: AUGE CILEAE MINIME VOT:L:PO:
Mais tarde, pouco depois da fundação de Portugal, a freguesia recebeu forais de D. Sancho I, em Agosto de 1202, e de D. Afonso III, em Julho de 1218. D. Manuel em 15 de Dezembro de 1514, em virtude da importância da freguesia, concedeu-lhe novo foral, tornando-a Vila sede de Concelho, situação que durou até 1836.
Este trilho parte da igreja de Soutelo, Lugar da freguesia de Fontes, subimos junto ao muro da Igreja e continuamospelo caminho antigo que ligava o lugar da Povoa da Serra a Soutelo. O caminho em pedrado bordeado por varios exemplares de vegetação autoctone, tais como tojo (Ulex europaeus), as urzes (Ericas sp) e a carqueja (Baccharis articulata), abre-se na paisagem até chegarmos á Povoa da Serra. Daqui seguimos numa longa ascensão por caminhos florestais e por ente densos pinhais, avistando aqui e ali diversas ravinas e escarpas da montanha do Marão. Dassado algum tempo atingimos o seu cume e a 1416 metros, ergue-se a Ermida da Sr. da Serra do Marão, cuja romaria conhece-se em Portugal por ser a mais alta romaria. Depois de um merecido descanso, deslumbrando-nos com a paisage que nos rodeia, espera-mos uma extensa descida até ao lugar de Soutelo. Passado por entre ribeiras, pinhais e paisagens intensas com desniveis acentuados, podemos avistar os tipicos vinhedos em socalcos, formando um o pano de fundo de elevada beleza, carateristico desta singular região do Douro Vinhateiro. Pelos ecos e sons emanados pela natureza, há sempre um som mais alto que se destaca, o piar das aves de rapina que por aqui vão vagueando á procura de um pequeno roedor ou uma jagartixa distraidos pela vida. Chegados ao logar de Soutelo, vamos de encontro ao local onde teve inicio este percurso pelo territorio mais elevado do concelho de Santa Marta de Penaguião.