?>

Capela Nossa Senhora da Conceição – São João de Lobrigos

Capela Nossa Senhora da Conceição – São João de Lobrigos

A capela de Nossa Senhora da Conceição insere-se no complexo habitacional da Quinta da Aveleira, pertencente à família Mesquita.
Com paredes exteriores rebocadas e pintadas de branco, apresenta rodapé a cor-de-rosa, seguindo as características arquitectónicas da casa onde se insere. No entanto, dela se destaca devido ao seu telhado de duas águas, assimétrico, que denuncia um edifício adjacente, e pela cruz latina granítica colocada na fachada principal.
Esta fachada encontra-se rasgada por porta de verga recta, à qual se tem acesso através de dois degraus, e por uma janela rectangular gradeada, à cota do coro-alto interior. Ambas, porta e janela, apresentam moldura em cantaria de granito. No topo da fachada principal existe ainda um registo de azulejos policromos com a imagem e identificação de Nossa Senhora da Conceição.
Não podendo afirmar concretamente qual o ano de construção da capela, podemos aferir, pelos elementos arquitectónicos e decorativos interiores, que se trata de um templo, possivelmente, do século XVIII.
No interior, as paredes apresentam-se rebocadas e pintadas de branco, com rodapé amarelo, à excepção da parede testeira. Nesta, encontra-se o retábulo-mor que ostenta, ao centro, a imagem oitocentista de Nossa Senhora da Conceição. A coroar este retábulo existe uma sumptuosa concha dourada, característica deste período artístico, enquadrada entre elementos vegetalistas e duas figuras angelicais, que seguram e erguem uma coroa de louros, também ela dourada.
A edícula central apresenta-se actualmente, e depois de um restauro efectuado há cerca de 50 anos, bastante descaracterizada, uma vez que as flores nela pintadas, sobre fundo verde, em nada correspondem ao gosto oitocentista da restante estrutura. Esta edícula encontra-se ladeada por quatro pilastras coríntias, com fuste canelado e pintado com marmoreado azul. Salienta-se ainda a imagem de S. Jerónimo, em madeira, colocado no lado esquerdo do altar-mor, ainda que não seja possível avançar com uma datação plausível.
No lado oposto, sobre a porta de entrada principal, está o coro-alto, em madeira, ao qual se tem também acesso pelo interior da casa.
No tecto, sobre fundo verde, existem várias pinturas com motivos vegetalistas, onde sobressaem quatro representações: São José (Santo Joze, sobre o altar, lado esquerdo); São João (Santo Joam, sobre o altar, lado direito); uma palmeira (sobre o coro-alto, lado direito) e um cipreste (sobre o coro-alto, lado esquerdo). Estas representações, particularmente as duas últimas (palmeira e cipreste), apresentam características bastante semelhantes às pinturas do tecto da Capela de Nossa Senhora da Graça, também localizada na freguesia de São João de Lobrigos. Este facto coloca em aberto, ainda que sem qualquer base documental que o certifique, a possibilidade de ter sido o mesmo pintor a trabalhar nestas duas capelas.