Precisa de ter o Flash Player para poder visualizar correctamente esta página. Pode efectuar o download aqui
Concelho
Mapa das Freguesias
História

A antiguidade histórica de Santa Marta de Penaguião é afirmada por vestígios de Castros nas freguesias de Fontes, Lobrigos, Cumieira, Louredo e Medrões, todas estas freguesias existiam já nos primórdios da nacionalidade. Alguma toponímia pode levar-nos muito mais longe no tempo, aos primitivos povos sedentários, não porém de forma inequívoca.

O Concelho de Santa Marta de Penaguião é o prolongamento temporal das Terras de Penaguião, espécie de diviso administrativa que na baixa idade média (sécs. XI -XIV) compreendia o território existente entre-os-rios Douro e Corgo, a Serra do Marão e as Terras de Panóias (Vila Real). Compreendia assim a área actual do concelho de Santa Marta de Penaguião e parte significativa dos concelhos de Peso da Régua e Vila Real.

No reinado de D. Afonso Henriques era governador destas terras D. Moço Viegas, filho de D. Egas Moniz.

D. Sancho I concede foral a Santa Marta em 1202; (fac-similado do documento existente nos Arquivos Nacionais da Torre do Tombo (A.N.T.T.), em Lisboa), e D. Manuel I vem em 15 de Dezembro de 1519 a conceder nova Carta de Foral a Penaguião; (fac-similado do documento igualmente existente nos A.N.T.T.).

Os Forais, documentos escritos e por isso inequívocos, constituem insubstituíveis recursos para interpretação do passado, neles eram fixados direitos, privilégios e deveres dos moradores; o período de ouro; os séculos XVII e XVIII, e a crise que se lhe seguiu.
As construções dos séculos XVII e XVIII, boas casas, solares e igrejas, património arquitectónico que hoje podemos admirar neste concelho, falam-nos de grandes rendimentos e existe documentação que no-lo certifica.

Com a valorização dos vinhos exportados, o cultivo da vinha foi incrementado, os vinhedos passaram a cobrir todas as encostas, e mais que houvesse, e os rendimentos subiram em flecha. Mas a euforia trouxe o oportunismo, e as misturas com vinhos de fora da região, juntamente com o desinteresse causado pela redução da qualidade, trouxeram a crise.

A 10 de Setembro de 1756, no reinado de D. José, é criada a Companhia Geral de Agricultura das Vinhas do Alto Douro, por grande influência de um filho de Santa Marta, Frei João de Mansilha, junto do Marques de Pombal.

Com a Companhia Geral e antes que outra Denominação de Origem surgisse na Europa, surge um "nom d ' appelation" para esta área produtora de "Vinho do Porto".

No século XIX foram várias as reformas administrativas, e em cada uma delas houve extinção e criação de Concelhos. Santa Marta de Penaguião foi pioneira na Restauração do Concelho, e a disciplina começou a imperar na Região Demarcada do Douro.

Pesquisa
Meteorologia
Hoje
11°C
Não Disponível
Album de Fotografias
Registo da Newsletter
Nome
Email
Subscrever
Sondagem
O que acha do site?
Muito Bom
Bom
Razoável
 
facebook
Controlo Analítico da Qualidade da Água
Simplex autárquico
Caminhos de Santiago
CM SANTA MARTA DE PENAGUIÃO
© 2007 Todos os direitos reservados
Créditos   |   Mapa do Site   |   Ligações Úteis   |   Sugestões   |   Contactos
Contador de Visitas:
RSS Feeds RSSAcessibilidade [D]
Apoios Powered by: NetMunicípio